10 brincadeiras para beber com os amigos e tornar qualquer festa memorável

Não há nada mais divertido do que reunir os amigos para colocar o papo em dia e rir das mesmas histórias e peripécias do passado. Mas e quando a festa está morna? Nesses casos, nada melhor para integrar o pessoal e levantar o astral do que uma rodada de brincadeiras com bebidas! Prepare as risadas e leve sua festa para o próximo nível com nossa coleção de ideias de brincadeiras para beber, como Bicho Bebe, Eu Vou ao Bar, Limões, Vrum e outros clássicos. Antes de tudo, vale lembrar que a ideia é se divertir e dividir momentos agradáveis. Por isso, não exagere e lembre-se de escolher uma bebida mais fraca para servir como prenda, não é preciso fazer estas brincadeiras com vodka ou outro destilado forte. E se achar que já passou da conta ou se você for o motorista da rodada, substitua a bebida por água, suco ou refrigerante. Instruções dadas, é hora da diversão! Confira abaixo a nossa lista com as dez melhores das brincadeiras de beber para uma festa realmente memorável.

1 Bicho Bebe

Cachorro bebe. Mas peraí... cachorro não bebe. Quem bebe é o pato! Mas, calma... pato também não bebe, não é? Quem bebe é a vaca! Ficou confuso? A gente explica. O “Bicho Bebe” é uma das brincadeiras alcoólicas mais conhecidas que existem. O jogo começa exatamente como descrito ali em cima. Alguém indica um bicho à sua escolha, “sapo bebe”, por exemplo. Sentados em um círculo, ou em volta de uma mesa, a brincadeira segue então para a pessoa seguinte, que nega que o bicho anterior beba e coloca o próximo animal na roda. “Sapo não bebe, quem bebe é a galinha!”. Perde – e bebe uma dose – quem esquecer o bicho anterior ou confundir a frase. Quer uma dica para tornar esta brincadeira de beber ainda mais engraçada? Pesquise por animais exóticos e veja seus amigos pagarem a prenda. Será difícil lembrar nomes como cacatua, javali, chinchila, furão...

2 Eu Vou ao Bar

Novamente em um círculo, alguém começa a brincadeira com a frase: “Eu vou ao bar e quero...” seguida de uma bebida, como vinho. A pessoa seguinte continua a frase, adicionando outra bebida. “Eu vou ao bar e quero vinho e cerveja”. A terceira continua com a sequência e adiciona mais uma bebida: “Eu vou ao bar e quero vinho, cerveja e caipirinha”. Perde a brincadeira e paga a prenda aquele que errar ou esquecer uma das bebidas da lista.

3 Limões

A próxima brincadeira com bebida da nossa lista é para aqueles que tem a língua afiada! Ela é bem simples. Cada participante escolhe um número de 1 ao número total de jogadores. O primeiro começa falando seu número, mais meio e mais o número do próximo jogador, por exemplo: “um limão, meio limão, e dois limões”. O participante número 2 dá sequência, escolhendo o próximo da brincadeira. Quem errar o singular ou plural (“um limões”, “dois limão”), esquecer o total de limões ou falar um número inexistente perde a rodada. Se a vida te dá limões, faça uma limonada! Ou uma brincadeira com seus amigos...

4 Vrum

A gente já sabe que beber e dirigir não é legal, e que é inclusive muito perigoso. Mas se o carro for apenas imaginário não tem problema, não é verdade? O “Vrum” é um jogo bem simples e você não precisa nem saber dirigir para participar. Veja só como funciona esta brincadeira de beber:
  • O primeiro jogador começa a brincadeira fazendo o som de “vrum” com a boca, como o motor de um carro.
  • O participante seguinte pode continuar o movimento, acelerando novamente, ou frear o veículo com um “iiiih”, invertendo o sentido e voltando ao jogador anterior.
  • Também é possível passar em uma lombada com “ploft”, pulando a vez do participante seguinte. Bebe quem errar a vez ou a palavra do “carro”.
grupo de amigos brindando

5 Escravos de Jó

Esta geralmente é uma brincadeira para beber vodka. Mas, se você não for um grande fã da bebida russa, basta substituí-la por qualquer outra bebida incolor de sua preferência. Lembra de quando você era criança e brincava de “escravos de Jó” com os amigos da escola? O preceito aqui é o mesmo, mas numa versão para adultos. Coloque um copo para cada participante e encha-os com água, com exceção de um deles, que deve estar com a bebida incolor escolhida. A partir daí é só cantar aquela música que você conhece desde a mais tenra idade, trocando os copos de mãos: “Escravos de Jó jogavam caxangá. Tira, bota, deixa ficar. Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá...”. Quando a música chega ao fim, cada um bebe o copo que estiver em sua mão, sem hesitar. Dependendo da sorte – ou do azar – um dos jogadores vai virar a dose, enquanto os outros ficarão na água. Só não vá beber muito e acabar fazendo zigue zigue zá até o chão, ok?

6 Só vale perguntas

Como o nome já diz, a regra dessa brincadeira de beber com os amigos é bem simples: só vale responder com perguntas! A brincadeira começa com alguém fazendo uma pergunta qualquer para outra pessoa. “Você gosta de leite?”, por exemplo. A pessoa deve então responder com outra pergunta, direcionada ao próximo da roda. “Desnatado ou integral?”, seguindo nosso exemplo. “O integral é mais barato ou mais caro?”, e assim sucessivamente. Perde – e bebe – quem titubear ou não responder com uma pergunta. Entendeu, ou não entendeu?

7 Proibido falar não

Similar ao jogo das perguntas, desta vez a proibição é com a palavra “não”. O primeiro da roda começa fazendo uma pergunta aleatória para a pessoa ao seu lado. Ela pode responder de qualquer forma, com qualquer sentença ou palavra, mas não pode falar “não” em nenhum momento. Aquele que falar primeiro perde. Não é difícil, né? Ops!

8 Palavra proibida

Na mesma linha das duas brincadeiras de beber anteriores, essa tem como regra a proibição de uma palavra pré-determinada pelo grupo. Vale qualquer coisa, de palavras comuns até as mais inusitadas. A ideia então é tentar incentivar os outros participantes a deslizarem e falarem a palavra, sendo obrigados a pagar a prenda.

9 Quinze

Essa é para os bons de memória. O primeiro passo é escolher o líder, que vai mudar a cada rodada. O líder então escolhe um número de 1 a 15 e o substitui por uma palavra, como trocar o 6 por “avião”, por exemplo. A contagem começa então de forma normal, mas, ao chegar no número escolhido, é usada a palavra substituída: “1, 2, 3, 4, 5, avião, 7...”. O jogo começa a ficar complicado a partir da segunda rodada, quando o novo líder escolhe outra palavra para ser substituída, trocando o 2 por “celular”, por exemplo. Cada participante que se tornar o líder troca então um dos números e faz a contagem com as palavras escolhidas por todos. “1, celular, 3, 4, 5, avião, 7...” e assim em diante. Erra e toma uma dose quem se confundir na contagem, ou falar um número que já foi substituído. Se não errar nenhuma vez, você pode ser considerado um expert em códigos e dono de uma memória invejável!

10 Porrinha

A porrinha (ou purinha) é uma brincadeira de boteco bem clássica, divertida e muito simples de jogar. Para isso, você só precisa de alguns palitos de dente quebrados. Se preferir, você também pode jogar com moedas ou pedaços de papel. Cada participante fica com três palitos, escondendo quantos desejar em uma das mãos, por baixo da mesa. Depois, todos levantam as mãos com os palitos e cada um dos participantes dá o seu palpite em um número. Ganha o jogador que acertar o número total da soma dos palitos escondidos por cada jogador. A vitória em uma rodada dá o direito do participante de eliminar um dos palitos. Vence a partida quem acabar com seus palitos primeiro. O derrotado pode pagar uma prenda, como beber uma dose ou pagar mais uma rodada de bebidas, por exemplo. Chegamos aqui ao final do nosso top 10 de brincadeiras com bebidas. Com tantas opções para garantir boas risadas, sua festa tem tudo para ser um sucesso. Agora, é só escolher as brincadeiras alcoólicas que mais lhe agradam e começar a curtição! E se quiser mais opções, aqui tem várias ideias de jogos etílicos que prometem fazer sucesso garantido em qualquer reunião entre amigos. Imagens: freepik e freepik. Não compartilhe este conteúdo com menores de 18 anos.