ABC: aprenda a fazer drinks fáceis com apenas 3 ingredientes

| Complexidade | drinks fáceis | Fáceis

Conforme se canta por aí há tempos: o ABC é fácil como o 1, 2, 3. Eventualmente, três passos são o suficiente para chegar aonde se quer – como bem prova o hino do Jackson 5. E o resultado, assim como fica claro no universo dos drinks fáceis de fazer, pode ser dos mais saborosos.

Muitas fórmulas clássicas da coquetelaria estão montadas em cima de três ingredientes. Para quem quer ir além de beber um destilado on the rocks em uma festa, celebração ou sozinho em casa, dê uma olhada no seu bar e na sua geladeira para ver que é possível – e fácil como contar 1, 2, 3 – preparar receitas para todos os momentos, ao mesmo tempo que celebra com os amigos e amigas.

Drinks fáceis para refrescar

O que a Caipirinha, o Daiquiri e o Gimlet têm em comum? Além de serem deliciosos, todos fazem parte de uma categoria de coquetel conhecida como sour. O que os coloca dentro da mesma família é o fato do limão ser o co-protagonista dos drinks, ao lado com o destilado- base – no caso dos drinks acima, com cachaça, rum e gin.

A Caipirinha, montada diretamente no copo e com o limão macerado, é bem singular em seu modo de fazer. Mas, via de regra, o preparo de um sour é essencialmente o mesmo, e segue a fórmula de apenas três ingredientes: destilado, suco de limão e xarope de açúcar. Dá para ir além, e adicionar uma clara de ovo na receita para conseguir uma espuma deliciosa, que vai muito bem em receitas como o Whisky Sour e o Pisco Sour.

Aprenda abaixo como preparar – e se refrescar com – o Gimlet (graduação alcoólica: 22,4g)

- 60 ml de gin Tanqueray
- 15 ml de suco de limão tahiti
- 15 ml de xarope de açúcar

Coloque todos os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e bata; coe o líquido diretamente para um copo refrigerado do tipo Martini.

Drinks fáceis para esquentar

Não existe uma regra de quais drinks devam ser consumidos em lugares específicos. Mas, tradicionalmente, coqueteis mais alcoólicos acabam casando melhor com situações mais intimistas ou para temperaturas mais amenas. Certamente um sour, seja ele qual for, acompanha melhor um dia de sol à beira da piscina do que um Dry Martini, não é?

Não existe uma regra de quais drinks devam ser consumidos em lugares específicos. Mas, tradicionalmente, coqueteis mais alcoólicos acabam casando melhor com situações mais intimistas ou para temperaturas mais amenas. Convenhamos: um sour, seja ele qual for, acompanha melhor um dia de sol à beira da piscina do que um Dry Martini, não é?

Isso não quer dizer que o Dry Martini, um dos drinks mais populares do planeta em sua icônica taça, não tenha espaço em momentos diversos. Então quais escolher? Aí fica a seu cargo e dos seus convidados. Um Negroni, Manhattan ou Hanky Panky, para ficar apenas nos clássicos, também se encaixam perfeitamente na categoria de drinks que têm tudo para esquentar o seu dia – e todos levam apenas três ingredientes para serem elaborados!

Dry Martini

70 ml de gin Tanqueray Ten
20 ml de vermute seco
2 dashes de Angostura Orange Bitters
(graduação alcoólica: 29 g)

Misture em um mixing glass com gelo todos os ingredientes e mexa; sirva em uma taça refrigerada tipo Martini e finalize com um twist da casca de limão por cima da taça.

Manhattan

60 ml de whisky Bulleit Bourbon
25 ml de vermute tinto
2 dashes de Angostura Bitters

(graduação alcoólica: 24,6 g)

Misture em um mixing glass com gelo todos os ingredientes e mexa; sirva em uma taça refrigerada tipo Martini e adicione uma cereja em conserva na taça.

Hanky Panky

40 ml de gin Tanqueray
40 ml de vermute tinto
2 dashes de bitter italiano
(graduação alcoólica: 20,1 g)

Misture em um mixing glass com gelo todos os ingredientes e mexa; sirva em uma taça refrigerada tipo Martini e finalize com um twist da casca de laranja por cima da taça

Beba com moderação. Não compartilhe este conteúdo com menores de 18 anos.